Troca de rainhas, um filme de Marc Dugain


Em 1721, para manter a paz entre França e Espanha após anos de guerra, o Regente do Reino da França, Philippe d'Orléans, propõe uma troca de princesas que resulta no noivado do rei da França, Louis XV, de 11 anos, com Anna Maria Victoria, 4 anos, e do príncipe herdeiro Louis, de 11 anos, com Louise-Elisabeth d'Orleans, 12 anos. Porém, a chegada dessas princesas pode comprometer os jogos de poder na Corte.

Imagem relacionada

Visualmente o filme é lindo de ver, o trabalho da direção de arte está magnífico, a reconstrução do cenário do século XVIII é bem convincente, como se o filme realmente tivesse sido gravado nessa época; destaque também para o figurino deslumbrante, de como tudo parece que foi tirado de um museu para realçar o realismo daquela época.

A fotografia também é um deleite para os olhos, na forma como o diretor optou por utilizar o mínimo de luz possível para reproduzir a iluminação no interior dos palácios, muitas vezes fica difícil de enxergar os acontecimentos da cena, principalmente os que ocorrem à noite, mas é tudo proposital.

Resultado de imagem para the royal exchange 2017

O ritmo do filme é um pouco cansativo, mas intencional, principalmente nas questões politicas, onde se pode ver o desinteresse de muitos personagens que foram colocados nessa situação contra a vontade deles, sejam elas pela morte de todos os familiares, ou por questões estratégicas para manter a paz entre os países.

Imagem relacionada

O roteiro aborda muito bem essas questões políticas, e de como a nobreza utiliza as princesas apenas para estabelecer a ordem e colocar fins nos conflitos, ou gerar um herdeiro para um rei. A trama se perde um pouco quando tenta abordar um assunto específico na história, que fica meio mal colocado, quase não é mostrado, e quando é abordado, é mal executado e não faz diferença nenhuma para o filme como um todo.


Resultado de imagem para the royal exchange 2017

Os personagens são muito bem interpretados, mérito para o elenco infantil, Igor van Dessel que interpreta Louis XV faz um excelente trabalho, seu personagem é angustiante devido à situação de assumiu o trono muito cedo, e do medo da morte que o assombra. Outra atriz mirim que se destaca é Juliane Lepoureau, sua personagem é cativante e, apesar de sua tenra idade, ela tem noção do que ocorre a sua volta.

Troca de rainhas, em termos técnicos é visualmente lindo de se ver, tem alguns problemas na trama, mas atiça a curiosidade do público de pesquisar a história real por trás do filme.

NOTA: 9 trocas para a paz. (9/10)


Comentários

Postagens mais visitadas