Pular para o conteúdo principal

JediCon: É amanhã!!!!!



Valeu a pena esperar! Vai ter JEDICON em 2018 sim!

Dia 10/11/18, no Colégio Passionista São Paulo da Cruz (Avenida Tucuruvi, 470), pertinho do Metrô Tucuruvi.

De casa nova, o Conselho Jedi São Paulo recebe a comunidade de fãs de Star Wars não só do estado, mas de todo o Brasil, no evento que já é tradicional no calendário da cidade.

Serão 8 horas de atrações das mais diversas entre elas palestras, bate papos, concurso de cosplays, campeonato de card game e apresentações musicais, num ambiente divertido e agregador, como é a marca do evento desde sua primeira edição, em 1999.



Em 2018 não poderíamos desperdiçar a possibilidade de debatermos dois filmes lançados em um período de um ano: ‘Star Wars – Os Últimos Jedi’ e ‘Han Solo: Uma História Star Wars’. Mas vai ter muito mais coisa bacana. Confiram alguns destaques do evento:


Greeblies - Props & Cosplay

Welder Cabrera (Dinho) é responsável pelas atividades da Greeblies. Eles são especializados em criação e desenvolvimento de props e acessórios para cosplays, e vão contar um pouquinho de como funciona essa arte.



Galactic Academy Brazil

O mais novo fã-clube de Star Wars do país é composto por crianças e adolescentes, e estará conosco na Jedicon para dar seu recado.



E os games de Star Wars, para onde vão?

Kika Martini e Bruno Micali, do portal Voxel, especializado em games, estarão conosco para falar um papo animado sobre expectativas em relação ao futuro da saga nos videogames.


A Saga nos cinemas: Os Últimos Jedi + Han Solo
Pela primeira vez temos a possibilidade de debater sobre dois filmes da saga lançados num espaço de tempo menor que 1 ano. ‘Os últimos Jedi’ saiu m dezembro de 2017 e ‘Han Solo’ só 5 meses depois, em maio de 2018, e os dois filmes apontam para perspectivas bem diferentes e interessantes. Quem vai comandar esse grande momento são o Victor Hugo Kebbe e o Marcus Vinicius, do site Ao Sugo, junto com o Roberto Fabricio, da nossa equipe.

Bate papo com dublador: Philippe Maia
O dublador Philippe Maia estará conosco em um bate papo imperdível para falar sobre suas experiências com Star Wars e outras franquias famosas da cultura pop. Certamente é especial a participação dele em Star Wars, pelo fato de há muito tempo ser fã e ter transformado um sonho em realidade. Maia, inclusive, é um dos fundadores do Conselho Jedi Rio de Janeiro.


Banda Triscore

A Banda Triscore, Caio Gaona (Geek Batera), uma das principais bandas no cenário geek/nerd, fará apresentação no espaço da quadra poliesportiva da escola. Os temas de Star Wars e outras sagas amadas pelos fãs de cultura pop estão no repertório do trio.



São Paulo Pops Symphonic

Formada por músicos que fazem parte da “nata” da cena instrumental paulistana a orquestra, sob a batuta do Maestro e arranjador Ederlei Lirussi, têm como objetivo principal levar ao público de todas as idades apresentações temáticas. Na Jedicon o programa é em homenagem ao compositor John Willians.



Campeonato: Star Wars Destiny

Assim como em 2017, este ano também teremos campeonato de Star Wars Destiny, jogo de cartas e dados temático da Saga. Esperamos uma centena de jogadores disputando o futuro da galáxia!

Concurso de cosplay


Nosso concurso de cosplays é a atividade que acontece em todos os eventos, desde a primeira edição. A cada ano os participantes se superam e se mostram mais profissionais e dedicados. As categorias são Light Side, Dark Side e infantil.


Hora de preparar o sabre de luz para se tornar um com a Força. Nos vemos na Jedicon!


Serviço:

QUANDO: 10 de novembro de 2018, das 10h às 18h
ONDE: Colégio Passionista São Paulo da Cruz. Avenida Tucuruvi, 470, próximo ao Metrô Tucuruvi.
QUANTO: R$40,00 (valor de meia entrada); levar 1kg de alimento não perecível (pode ser ração de gato ou cachorro também!) ou apresentar documento para meia entrada.

Apoio: Acme Brinquedos, Coleciona Brinquedos, Comix Book Shop, Hasbro, Cadernos Jandaia, Limited Edition, Panini Comics, Studio Geek, Toy Stockin, VR House Arcaderia, Super Anos 80, Geek Rock.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Midsommar - O mal não espera a noite tem um quê de dèjá vu com pontas de originalidade, mas peca por ser longo

Com influências de Corra!, da série Hannibal (principalmente perto do final do longa), com um quê de clima de Anticristo, sem deixar de lado A chave mestra, Colheita Maldita (filme inspirado na obra homônima de Stephen King), O homem de palha, e, como me disse a Ana, que é megafã de Supernatural, inclusive um episódio da série que sacrificava “estrangeiros”  em prol do “bem” da cidade de Burkitsville, no décimo-primeiro episódio da primeira temporada da série, tudo isso também é bem sentido em Midsommar – O mal não espera a noite. Com todas essas referências, senão inspirações, dá para imaginar o desconforto que o filme passa.


Com 147 minutos (171 na versão do diretor), ser longo é um problema no filme. As partes boas são realmente boas e chocantes, o culto e o que parece haver de muito sinistro por trás deles é bem estabelecido, mas os personagens, especialmente os secundários, não são muito aprofundados e, quando começam a “desaparecer”, a tendência é que o telespectador não ligue m…

La Boya, um filme de Fernando Spiner

Projeto Gemini traz a nova tecnologia 3D+, apela ao público gamer e proporciona uma intensa imersão

Dirigido pelo Hollywoodiano vencedor do Oscar®, Ang Lee, e produzido pelos renomados produtores Jerry Bruckheimer, David Ellison, Dana Goldberg e Don Granger, o novo filme de Will Smith, “Projeto Gemini” traz a inovadora tecnologia 3D+, High Frame Rate, em que o filme é gravado em 124fps (os filmes normalmente são gravados em 24 fps), o que nos dá uma visão ultra dimensionada de detalhes e uma sensação de total imersão nas cenas do filme.

No longa de ação, Will Smith vive o papel de um misto de agente/assassino, “Henry Brogan” que, ao decidir se aposentar, é surpreendido sendo perseguido por um agente mais novo de seu próprio bureau. No elenco também estão Mary Elizabeth WinsteadClive Owen e Benedict Wong.


Com a temática científica da possibilidade da clonagem humana para fins bélicos, lembra outras abordagens tais como O Soldado Universal e O Exterminador do Futuro.

Em suas cenas de ação, claramente podemos sentir referências a Missão Impossível com algumas pegadas ao bom estilo John …