Pular para o conteúdo principal

X-Men Day: Fox Film lança campanha global em celebração ao lançamento de X-Men: Fênix Negra




X-MEN DAY


FOX FILM LANÇA CAMPANHA GLOBAL EM CELEBRAÇÃO AO LANÇAMENTO DE X-MEN: FÊNIX NEGRA

Pré-venda de ingressos começa nessa segunda, 13 de maio


Marque em seu calendário: na próxima segunda-feira, 13 de maio, a 20th Century Fox comemora o X-Men Day – dia escolhido para a celebração global da saga X-Men; com apoio da sua base de fãs e com a participação de todos os personagens da saga, será celebrado o impacto revolucionário dos X-Men na cultura pop em quase 20 anos. Na segunda-feira, as comemorações acontecerão on-line em todo o mundo e incluirão a estreia de conteúdos exclusivos, eventos especiais e surpresas para os fãs.

No Brasil, A Fox Film preparou algumas novidades e surpresas para os fãs dos mutantes: dentre elas está o início da pré-venda de ingressos para “X-Men: Fênix Negra”. A partir do dia 13/05, os fãs da saga já poderão garantir seus ingressos para assistir ao filme em circuito nacional!

No meio digital, além de replicar todas as atividades globais em nossas redes, a Fox Film Brasil preparou algumas surpresas para o público. Desde o primeiro horário do dia 13, os fãs terão acesso a um pacote de gifs especiais e exclusivos para o Brasil, ao utilizar a hashtag #XMenFênixNegra estarão disponíveis imagens da saga para uso nas redes sociais e apps de comunicação. Ainda na pegada digital, será disponibilizado um emoji exclusivo da nossa Fênix Negra para quem utilizar a hashtag #XMenFênixNegra no Twitter. Além disso, nossas redes serão invadidas pelos X-Men: peças inéditas serão publicadas ao longo do dia para engajar os fãs nessa data.


As ações também tomarão conta das ruas: a rádio Mix irá realizar em São Paulo uma blitz especial de “X-Men: Fênix Negra” no dia 13, em que, quem passar pelo “pit stop”, receberá um brinde especial do filme.

Na TV, seguindo a comemoração durante a semana, terá início no sábado, 18 de maio, a maratona X-Men nos canais da rede Telecine e Telecine Play. Nessa ação especial entre Fox e Telecine, os fãs terão do dia 18 de maio a 1° de junho para conferir os filmes da saga nos canais Telecine e se preparar para a grande estreia de “X-Men – Fênix Negra” no dia 06 de junho em todo o Brasil.

“X-Men: Fênix Negra” tem no elenco os atores James McAvoy, Michael Fassbender, Jennifer Lawrence, Nicholas Hoult, Sophie Turner, Tye Sheridan, Alexandra Shipp, Kodi Smit-McPhee, Evan Peters e Jessica Chastain.

Confira os trailers aqui: 


TRAILER 1:

TRAILER 2: 


TRAILER 3: 


SINOPSE

Esta é a história de um dos personagens mais amados dos X-Men, Jean Grey, enquanto ela evolui para a icônica Fênix Negra. Durante uma missão de resgate no espaço com risco de vida, Jean é atingida por uma força cósmica que a transforma em um dos mais poderosos mutantes. Lutando com esse poder cada vez mais instável, e também com seus próprios demônios, Jean fica fora de controle, dividindo a família X-Men e ameaçando destruir a própria estrutura do nosso planeta. X-Men: Fênix Negra é o filme mais intenso e emocional da saga. É o culminar de 20 anos de filmes X-Men, onde a família de mutantes que conhecemos e amamos deve enfrentar seu mais devastador inimigo - um dos seus.

Mais fotos do filme (clique na foto para a versão em alta)












Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Midsommar - O mal não espera a noite tem um quê de dèjá vu com pontas de originalidade, mas peca por ser longo

Com influências de Corra!, da série Hannibal (principalmente perto do final do longa), com um quê de clima de Anticristo, sem deixar de lado A chave mestra, Colheita Maldita (filme inspirado na obra homônima de Stephen King), O homem de palha, e, como me disse a Ana, que é megafã de Supernatural, inclusive um episódio da série que sacrificava “estrangeiros”  em prol do “bem” da cidade de Burkitsville, no décimo-primeiro episódio da primeira temporada da série, tudo isso também é bem sentido em Midsommar – O mal não espera a noite. Com todas essas referências, senão inspirações, dá para imaginar o desconforto que o filme passa.


Com 147 minutos (171 na versão do diretor), ser longo é um problema no filme. As partes boas são realmente boas e chocantes, o culto e o que parece haver de muito sinistro por trás deles é bem estabelecido, mas os personagens, especialmente os secundários, não são muito aprofundados e, quando começam a “desaparecer”, a tendência é que o telespectador não ligue m…

La Boya, um filme de Fernando Spiner

Maria do Caritó, do tablado para o cinema, diverte ao mesmo tempo em que faz críticas muito necessárias

No dicionário popular, Caritó é a pequena prateleira no alto da parede, ou nicho nas casas de taipa, onde as mulheres escondem fora do alcance das crianças, o carretel de linha, o pente, o pedaço de fumo, o cachimbo. Vitalina, conforme a popularizou a cantiga, é a solteirona, a moça-velha que se enfeita - bota pó e tira pó -, mas não encontra marido. E assim, a vitalina que ficou no caritó é como quem diz que ficou na prateleira, sem uso, esquecida, guardada intacta.
No gênero comédia romântica e baseado na peça teatral homônima, Maria do Caritó, escrita por Newton Moreno e ambientado no nordeste, e gravado na cidade de Peacatuba, em Minas Gerais, onde a fotografia remete às pequenas cidades do interior, trazendo a poesia e o azul como motes no começo do  longa.



Nessa máxima que segue o enredo de Maria de Caritó, longa protagonizado por Lilian Cabral (Maria), a moça que chega aos seus 50 anos  e ainda virgem, vítima da promessa que seu pai diz ter feito ao santo desconhecido quando ela …