Pular para o conteúdo principal

Brasil Game Show 2019 - Uma experiência maravilhosa, seja você um gamer ferrenho ou casual


Os gamers de plantão já devem saber/ouviram falar da Brasil Game Show. A maior feira de games da América Latina teve em sua edição esse ano muitas novidades. Seja você um gamer ferrenho ou apenas um gamer casual, tem experiências para todos os tipos de público na Brasil Game Show. 

Essa edição de 2019 contou com corredores mais espaçosos entre os stands, o que facilita muito quando o local está cheio. Tanto com presenças como Charles Martinet (dublador do Mario) como stands dos mais diversos, passando pelo Facebbok Gaming, por stands de marcas já consolidadas entre os gamers como Asus, Razer e Acer, por exemplo, a quantidade de stands e opções é simplesmente incrível - e grande - e aconselho a quem nunca foi à feira que vá pelo menos a dois dias do evento, pois para aproveitar mesmo a BGS, um dia é pouco - deixa aquele gostinho de "quero mais".




Com jogos inéditos, temos a oportunidade de testar games que ainda nem saíram! Eu testei Mortal Kombat 11 e já cheguei em casa maravilhada - a qualidade gráfica, a jogabilidade, tudo é simplesmente para lã de incrível nesse que é, de longe, um dos meus jogos prediletos de todos os tempos. Para PC e consoles, o jogo é ultraviolento, mas mais, muito mais do que já foi um dia! É incrível e conta não somente com novos personagens, como também com combos e poderes novos para aqueles que já conhecemos. Se ainda não jogou nenhuma versão anterior de MK, não sentirá a evolução que old-school gamers vivenciaram com o game, mas curtirá um dos melhores jogos ever em versão ultramegaevoluída. É simplesmente fantástico. A Warner ainda trouxe para a feira uma etapa do campeonato mundial de Mortal Kombat 11, pela primeira vez na América Latina. 


 Para compartilhar esse conteúdo, por favor utilize o link “https://f5.folha.uol.com.br/nerdices/2019/10/bgs-2019-teve-jogos-ineditos-e-foto-com-idolos-por-r-200-veja-tudo-o-que-aconteceu-na-feira.shtml” ou as ferramentas oferecidas na página. Textos, fotos, artes e vídeos da Folha estão protegidos pela legislação brasileira sobre direito autoral. Não reproduza o conteúdo do jornal em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização da Folhapress (pesquisa@folhapress.com.br). As regras têm como objetivo proteger o investimento que a Folha faz na qualidade de seu jornalismo. Se precisa copiar trecho de texto da Folha para uso privado, por favor logue-se como assinante ou cadastrado.Para compartilhar esse conteúdo, por favor utilize o link “https://f5.folha.uol.com.br/nerdices/2019/10/bgs-2019-teve-jogos-ineditos-e-foto-com-idolos-por-r-200-veja-tudo-o-que-aconteceu-na-feira.shtml” ou as ferramentas oferecidas na página. Textos, fotos, artes e vídeos da Folha estão protegidos pela legislação brasileira sobre direito autoral. Não reproduza o conteúdo do jornal em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização da Folhapress (pesquisa@folhapress.com.br). As regras têm como objetivo proteger o investimento que a Folha faz na qualidade de seu jornalismo. Se precisa copiar trecho de texto da Folha para uso privado, por favor logue-se como assinante ou cadastrado.Para compartilhar esse conteúdo, por favor utilize o link “https://f5.folha.uol.com.br/nerdices/2019/10/bgs-2019-teve-jogos-ineditos-e-foto-com-idolos-por-r-200-veja-tudo-o-que-aconteceu-na-feira.shtml” ou as ferramentas oferecidas na página. Textos, fotos, artes e vídeos da Folha estão protegidos pela legislação brasileira sobre direito autoral. Não reproduza o conteúdo do jornal em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização da Folhapress (pesquisa@folhapress.com.br). As regras têm como objetivo proteger o investimento que a Folha faz na qualidade de seu jornalismo. Se precisa copiar trecho de texto da Folha para uso privado, por favor logue-se como assinante ou cadastrado.

Para quem prefere algo menos violento e mais fofinho, eu super indico um game novo de um antigo clássico: Legend of Zelda: Link´s Awakening, para Nintendo Switch. Tive a oportunidade de testar esse game, e ele é fofíssimo, os gráficos são bonitos, e a jogabilidade é tranquila.



Você podia adquirir, além do ingresso, aquela foto ou aquele autógrafo maneiros com uma personalidade predileta que estava na feira. Foi também apresentado o primeiro carro gamer da América Latina, e, além daquela super oportunidade massa de testar jogos que ainda nem foram lançados, há um outro tipo de game que pode ser jogado por lá: a caça aos brindes, ou, em linguagem gamer, caça ao loot. Em cada stand havia oportunidades, fossem brincadeiras ou teste de games ou outra que davam direito a um brinde, que variavam de pôsteres a canecas, mochilas e adesivos. Eu fiquei ainda com duas lindas tatuagens de Fortnite, por sinal, muito bem feitas e lindas, que ainda deixam a gente com aquela vontade de fazer uma de verdade depois.



Houve ainda a apresentação de pro-players e streamers era bem fácil "esbarrar" em algum cosplayer legal para tirar aquela foto bacana. E os games indie não ficaram de fora, ganhando sua Avenida na BGS 2019, em que desenvolvedores brasileiros trouxeram seus games para mostrar para a galera. 

Com tantas opções, a BGS já se consolidou como a Maior Feira de Games da América Latina. Perdeu a edição desse ano? Ano que vem tem mais. 

Meu cabelo verde combinando com o jogo de Zelda e, bem, super mega Coringa ;)





Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Midsommar - O mal não espera a noite tem um quê de dèjá vu com pontas de originalidade, mas peca por ser longo

Com influências de Corra!, da série Hannibal (principalmente perto do final do longa), com um quê de clima de Anticristo, sem deixar de lado A chave mestra, Colheita Maldita (filme inspirado na obra homônima de Stephen King), O homem de palha, e, como me disse a Ana, que é megafã de Supernatural, inclusive um episódio da série que sacrificava “estrangeiros”  em prol do “bem” da cidade de Burkitsville, no décimo-primeiro episódio da primeira temporada da série, tudo isso também é bem sentido em Midsommar – O mal não espera a noite. Com todas essas referências, senão inspirações, dá para imaginar o desconforto que o filme passa.


Com 147 minutos (171 na versão do diretor), ser longo é um problema no filme. As partes boas são realmente boas e chocantes, o culto e o que parece haver de muito sinistro por trás deles é bem estabelecido, mas os personagens, especialmente os secundários, não são muito aprofundados e, quando começam a “desaparecer”, a tendência é que o telespectador não ligue m…

La Boya, um filme de Fernando Spiner

Projeto Gemini traz a nova tecnologia 3D+, apela ao público gamer e proporciona uma intensa imersão

Dirigido pelo Hollywoodiano vencedor do Oscar®, Ang Lee, e produzido pelos renomados produtores Jerry Bruckheimer, David Ellison, Dana Goldberg e Don Granger, o novo filme de Will Smith, “Projeto Gemini” traz a inovadora tecnologia 3D+, High Frame Rate, em que o filme é gravado em 124fps (os filmes normalmente são gravados em 24 fps), o que nos dá uma visão ultra dimensionada de detalhes e uma sensação de total imersão nas cenas do filme.

No longa de ação, Will Smith vive o papel de um misto de agente/assassino, “Henry Brogan” que, ao decidir se aposentar, é surpreendido sendo perseguido por um agente mais novo de seu próprio bureau. No elenco também estão Mary Elizabeth WinsteadClive Owen e Benedict Wong.


Com a temática científica da possibilidade da clonagem humana para fins bélicos, lembra outras abordagens tais como O Soldado Universal e O Exterminador do Futuro.

Em suas cenas de ação, claramente podemos sentir referências a Missão Impossível com algumas pegadas ao bom estilo John …