Pular para o conteúdo principal

Os Parças 2, um filme de Cris D'Amato

Dirigido por Cris D'Amato (S.O.S. Mulheres ao Mar) Os Parças 2  retorna com Toinho, Ray Van, Pilôra e Romeu, e conta também com convidados especiais: as atrizes Mariana Santos, Fabiana Karla e Cristina Mutarelli, a cantora sertaneja Simone (da dupla Simone e Simaria), e dos jogadores de futebol Amaral e Falcão.

Neste segundo longa, o trio Os parças, aguardando o retorno da lua de mel de Romeu (Bruno de Luca) em um hotel chique, onde na primeira cena traz uma lembrança dos Mamonas Assassinas como trilha de suas primeiras trapalhadas no hotel onde gastam muito dinheiro. 

A encrenca começa quando Romeu chega com a noticia de que seu sogro Vacário, pai de Cintia, foi preso e fez uma delação premiada, delatando seu chefe, o China. 

Enquanto China não se livra da cadeia, os Parças fogem para uma decadente colônia de férias para adolescentes - chamada Periquito Alegre, da Tia de Cintia que servia unicamente para lavagem de dinheiro de seu pai, ou seja, em estado deplorável, sem condição de funcionamento.

Mesmo assim, não tendo para onde fugir, eles tentam ganhar dinheiro com uma turma  de adolescentes que chegam para as férias.

No roteiro, aproveitam a temática "trash" da colônia para justificar a aventura totalmente selvagem a que se propõem... as inúmeras trapalhadas ao estilo "parças", sempre com um comando geral de Tom Cavalcanti, dando uma linha de raciocínio mais lógico às piadas.

A aventura rola com dinâmica de ferias, em que as brincadeiras de acampamento acabam sempre dando errado, culminando com uma rixa com a colônia de férias dita "rica" e vizinha, mas que traz um pequeno romance, competição, e até mesmo um show de encerramento, que  continua ate que China os localiza.

Com um roteiro mais bem aproveitado do que o do primeiro da série, lembra um humor ao estilo Trapalhões mais suavizado, voltado ao publico teen. 












Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Midsommar - O mal não espera a noite tem um quê de dèjá vu com pontas de originalidade, mas peca por ser longo

Com influências de Corra!, da série Hannibal (principalmente perto do final do longa), com um quê de clima de Anticristo, sem deixar de lado A chave mestra, Colheita Maldita (filme inspirado na obra homônima de Stephen King), O homem de palha, e, como me disse a Ana, que é megafã de Supernatural, inclusive um episódio da série que sacrificava “estrangeiros”  em prol do “bem” da cidade de Burkitsville, no décimo-primeiro episódio da primeira temporada da série, tudo isso também é bem sentido em Midsommar – O mal não espera a noite. Com todas essas referências, senão inspirações, dá para imaginar o desconforto que o filme passa.


Com 147 minutos (171 na versão do diretor), ser longo é um problema no filme. As partes boas são realmente boas e chocantes, o culto e o que parece haver de muito sinistro por trás deles é bem estabelecido, mas os personagens, especialmente os secundários, não são muito aprofundados e, quando começam a “desaparecer”, a tendência é que o telespectador não ligue m…

La Boya, um filme de Fernando Spiner

Projeto Gemini traz a nova tecnologia 3D+, apela ao público gamer e proporciona uma intensa imersão

Dirigido pelo Hollywoodiano vencedor do Oscar®, Ang Lee, e produzido pelos renomados produtores Jerry Bruckheimer, David Ellison, Dana Goldberg e Don Granger, o novo filme de Will Smith, “Projeto Gemini” traz a inovadora tecnologia 3D+, High Frame Rate, em que o filme é gravado em 124fps (os filmes normalmente são gravados em 24 fps), o que nos dá uma visão ultra dimensionada de detalhes e uma sensação de total imersão nas cenas do filme.

No longa de ação, Will Smith vive o papel de um misto de agente/assassino, “Henry Brogan” que, ao decidir se aposentar, é surpreendido sendo perseguido por um agente mais novo de seu próprio bureau. No elenco também estão Mary Elizabeth WinsteadClive Owen e Benedict Wong.


Com a temática científica da possibilidade da clonagem humana para fins bélicos, lembra outras abordagens tais como O Soldado Universal e O Exterminador do Futuro.

Em suas cenas de ação, claramente podemos sentir referências a Missão Impossível com algumas pegadas ao bom estilo John …