Pular para o conteúdo principal

Mahou shoujo desconstruído? A incrível história por trás de Puella Magi Madoka Magica





No meu post sobre mahou shoujo eu prometi que falaria mais sobre Puella Magi Madoka Magica e estava tão ansiosa que precisei pensar em como abordá-lo sem contar o anime inteiro. Confesso que ainda está difícil!




Puella Magi Madoka Magica (puella magi significa "garota mágica" em latim) se tornou uma grande desconstrução do gênero. Mahou shoujo é caracterizado por temas comuns à adolescência feminina, amor, perda, problemas familiares e, em meio a tudo isso, as personagens descobrem sua verdadeira missão/vocação e recebem poderes mágicos para combater o mal e vencer suas próprias fraquezas. Um bom exemplo é Sailor Moon, em que Usagi, que não tem nada de especial, não é boa aluna e nem possui habilidades acima da média, ganha o poder do prisma lunar para proteger a Terra e encontrar as outras guardiãs, descobrindo posteriormente sua real importância em meio às sailors.

Madoka Kaname está no mesmo patamar de Usagi. Ela é bondosa e tem grande empatia por todos, mas não possui nada de especial, não é muito inteligente, nem a mais bonita, e é apenas uma estudante comum. Porém, Kyubey aparece para ela e vê grande potencial em Madoka como garota mágica. 

As garotas mágicas lutam contra bruxas que fazem mal aos seres humanos, coletando suas “sementes de rancor” ao destruí-las. Por intermédio de Kyubey, Madoka e sua amiga, Sayaka, conhecem Mami, uma garota mágica que vive sozinha e que mostra a elas como é lutar contra bruxas. As duas passam a admirar Mami e querem seguir o mesmo caminho, fazendo um pedido para se tornarem garotas mágicas, unindo-se a Mami. Porém, Homura Akemi, uma garota mágica que parece trabalhar sozinha, quer impedir a todo custo que Madoka faça um pacto com Kyubey.

Por que será?



Os dois primeiros episódios de Puella Magi Madoka Magica nos passam aquela sensação de nostalgia e infância que outros animes do gênero também transmitem. As transformações, os cenários fofos e bem desenhados e os traços infantis são muito bem feitos. No entanto, a sensação muda a partir do terceiro episódio, quando realmente percebemos que há algo de muito errado por trás das intenções da mascote Kyubey (que também é um clássico do gênero, como a gata Luna, o ursinho Kero e o gato Artemis). A história toma tons mais escuros conforme os episódios avançam, e vemos a real personalidade de todos.


Mesmo com toda essa melancolia por trás da história, nenhum anime mostra mais o poder da amizade do que Puella Magi Madoka Magica. Madoka é uma garota com um grande potencial, provavelmente qualquer desejo que fizesse seria atendido pelas leis do universo devido a esse potencial, que é diretamente correspondente à importância que Madoka possui na cronologia do mundo. Kyubey acha extremamente estranho que Madoka tenha tanto potencial sendo apenas uma estudante, alguém aparentemente sem peso real na história do mundo. Todo esse potencial é fruto de uma amizade muito profunda. Há alguém nessa história que lutou e mudou tudo o que podia para salvar Madoka do destino final de todas as garotas mágicas, que é marcado por muita dor e grande melancolia.

"Se for pelo seu bem, não me importo em ficar presa nesse labirinto eterno."

É muito inspirador ver o quanto uma só pessoa pode mudar o curso do tempo. Madoka acreditava que não tinha valor algum, que dar sua vida por algo em que acreditasse, mesmo que acabasse mal, seria sua única contribuição real para a humanidade, mas graças a uma amiga que realmente a viu como o centro de seu universo, ela ganhou um poder imensurável. Não é isso que acontece muitas vezes na vida real? Quantas pessoas já tocamos e inspiramos e nem sabemos? Quantas vezes alguém pensou em nós ou lutou por nós em momentos difíceis e nós continuamos nos julgando sem valor e importância?

A realidade sobre as bruxas, as garotas mágicas e o próprio Kyubey são a parte mais chocante da trama. O anime possui 12 episódios e está disponível na Netflix há bastante tempo. Certamente tem uma das histórias mais profundas já vistas em animes!



(Crédito: artes do pinterest: Rawan Raphael)


Comentários

  1. Só um detalhe: puella magi não significa "garota mágica" em latim, mas "garota do mago". Pode ser um erro da produção, mas também pode ser uma alusão ao fato de que elas são, na verdade, escravas do verdadeiro mago, que é Kyubey.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Você tem total razão, obrigada pelo comentário. O pessoal estava discutindo exatamente sobre isso numa thread do reddit https://www.reddit.com/r/latin/comments/1g2w59/puella_magi_madoka_magica/

      Excluir
    2. Muito obrigada pela correção, eu havia procurado de maneira geral e agora encontrei mais sobre essa interpretação e faz muito sentido!

      Excluir
  2. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Popular

Midsommar - O mal não espera a noite tem um quê de dèjá vu com pontas de originalidade, mas peca por ser longo

Com influências de Corra!, da série Hannibal (principalmente perto do final do longa), com um quê de clima de Anticristo, sem deixar de lado A chave mestra, Colheita Maldita (filme inspirado na obra homônima de Stephen King), O homem de palha, e, como me disse a Ana, que é megafã de Supernatural, inclusive um episódio da série que sacrificava “estrangeiros”  em prol do “bem” da cidade de Burkitsville, no décimo-primeiro episódio da primeira temporada da série, tudo isso também é bem sentido em Midsommar – O mal não espera a noite. Com todas essas referências, senão inspirações, dá para imaginar o desconforto que o filme passa.


Com 147 minutos (171 na versão do diretor), ser longo é um problema no filme. As partes boas são realmente boas e chocantes, o culto e o que parece haver de muito sinistro por trás deles é bem estabelecido, mas os personagens, especialmente os secundários, não são muito aprofundados e, quando começam a “desaparecer”, a tendência é que o telespectador não ligue m…

O Exterminador do Futuro - Destino Sombrio, uma bela repaginada em uma franquia querida

Neste ano vimos o retorno de várias franquias queridas (bem, ao menos queridas para os fãs delas, claro) muitos anos depois do último filme delas, como Rambo, Zumbilândia e Os 3 Infernais, mesmo depois daquele final épico. Então temos agora O Exterminador do Futuro - Destino Sombrio. Porém, enquanto  os outros são continuações diretas, mesmo que muitos anos depois, do último filme lançado, este novo longa  de O Exterminador do Futuro é uma sequência direta de O Exterminador do Futuro 2 - O julgamento final, e veio para provar um de vários fatos que fazem dessa franquia um sucesso: a presença de Linda Hamilton. 
Repaginando a história, o filme já começa com cenas digitalmente refeitas para conectar o segundo da franquia a este. E é simplesmente incrível nessa reconstrução, pois a gente fica se perguntando se eram cenas que não foram para o filme de 1991 afinal, mas com o avanço da tecnologia (ai, ai, ai, rs), não notamos isso até que alguém nos conte a real. 

E temos um trio girl powe…

Mario Kart Tour: o que esperar do clássico para mobile?

Com certeza os amantes de Nintendo já souberam da novidade para celular! A Nintendo, diferente de outras desenvolvedoras, muito dificilmente libera um de seus jogos para outra plataforma. Mas como uma boa mãe sempre olha por seus filhos, ela nos deu esse pequeno presente que é o Mario Kart tour!
Em Mario Kart, Mario e seus amigos disputam emocionantes corridas de Kart em paisagens inspiradas em cenários clássicos da franquia. A versão original possuía apenas karts, mas agora temos também motocicletas e algumas telas necessitam de paraquedas para maior interação. Não é apenas um jogo de corrida, mas intensamente competitivo, com caixas surpresa espalhadas pela tela que te dão itens exclusivos para ganhar vantagem, derrubar os inimigos e destruir amizades. Cada circuito possui quatro telas e a pontuação é somada ao longo delas.


Essa versão desse clássico da Nintendo é um tour pelas telas mais queridas e famosas das outras versões (principalmente os clássicos, como Mario Kart 64 e o novo M…