Era uma vez um Deadpool - chega aos cinemas a versão "censurada" de Deadpool 2


Deadpool volta mais uma vez nos cinemas, mas esse novo filme do mercenário tagarela não é nada mais que uma versão censurada de Deadpool 2, cortando as piadas e cenas mais obscenas e sangrentas, assim como os palavrões (que não são poucos).

A diferença entre a sequência do primeiro filme e essa nova versão são as cenas em que Deadpool conta a história do filme para o ator e diretor Fred Savage (diretor de vários episódios da série “Modern Family”), como se fosse um conto de fadas; essas cenas são bem divertidas, e tem ainda o fato de que Fred está ouvindo as histórias contra a sua vontade. Além disso, Deadpool explica a existência desse novo filme na introdução, brincando com a censura. As iradas que Fred faz com Deadpool são bem inteligentes, pincipalmente quando os dois personagens se encaram sem disser nem uma palavra.

A montagem sabe bem o momento certo de cortar o filme para as cenas no quarto onde Deadpool conta a história, em que são feitos comentários bem criativos por parte de Fred, como se dois fãs estivessem assistindo ao filme e tecendo comentários sobre os erros de roteiro e continuidade e exigindo total semelhança dos personagens do filme com as HQs: destaque para a cena em que Deadpool explica a participação inesperada de um grande ator de Hollywood no filme, que é simplesmente hilária.

Resultado de imagem para era uma vez um deadpool

A censura do filme é bem sutil, mas para quem já viu Deadpool 2, algumas vezes vai notar a diferença, mas a sutileza acaba quando eles censuram um ato físico de um personagem desfocando a imagem, perdendo a essência e o encanto do protagonista que é tirar sarro sem arrependimento, o palavrear vulgar e a violência gráfica. Várias referências a outros filmes de vários gêneros também foram cortadas nessa versão, muitas delas nem tão obscenas assim.

Resultado de imagem para era uma vez um deadpool

Tirando que a nova é uma edição censurada, o filme é praticamente o mesmo, a mesma história, o mesmo desfecho e as mesmas cenas pós-creditos (por Stan Lee, fiquem até o fim de todos os créditos), feito apenas para levar o publico mais novo para ver o filme nos cinemas.

Resultado de imagem para era uma vez um deadpool

Quem não viu Deadpool 2 vai se divertir mais do que os outros, mas aqueles que já viram vão achar essa versão um pouco sem graça, apesar de valer a pena pelas novas cenas introduzidas.

NOTA: 6 p#+&as de cenas censuradas e meia (6,5/10)


Comentários

  1. Interessante, você gostou do filme? É excelente, sinto que história é boa, mas o que realmente faz a diferença é a participação do ator T.J Miller neste filme. Eu o vi recentemente em a jogador no 1 filme, você viu? A participação da atriz foi fundamental. Adorei, pessoalmente eu acho que é um filme que nos prende. A historia está bem estruturada, o final é o melhor! Sem dúvida o veria novamente, se ainda não tiveram a oportunidade de vê-lo, eu recomendo. Cuida todos os detalhes e como resultado é uma grande produção.

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas