#DVD #HomeVideo - Ring (Ringu) - O Chamado - e a fúria de Sadako



Você já deve ter ouvido falar em O Chamado, mesmo que na versão americana. No entanto, é uma quadrilogia de filmes japoneses, sendo o primeiro de 1997. Eu já tinha visto esse filme lá pelos idos de 2014, e confesso que é apavorante. Mas não é seu típico filme de teror ocidental, mais especificamente norte-americano, como o remake. Tem muito mais camadas nessa história do que se pode pensar a princípio. Terminei de rever o primeiro e mal vejo a hora de ver o segundo... 



O original japonês tem as mortes de adolescentes que assitem ao fatídico vídeo  e têm morte horrendas em 7 dias. Apesar de algumas cenas, sim, horripilantes, o terror aqui é mais psicológico. Asakawa pede ajuda a seu ex-marido depois de, grio meu saber que os rumores são verdadeiros, mas, se uma coisa é bem clara, como vemos no primeiro episódio da série Black Mirror,  é que o ser humano é curioso e adora desafiar o perigo. Então ela vê a fita, mostra pro ex-marido, faz cópia, o filho vê, é uma desgraça só. A propósito, Premonição 3 super se apropriou do lance dos rostos borrados nas todos, que é de Ring. 


Acho a história de Sadako bem mais aprofundada do que a de Samara já logo no primeiro filme, mas pelo que pude ver nas sinopses dos outros, será explorado ainda mais. Apesar de uma cena belísima entre Sadako e Asakawa, a maldição continua. 



Nâo vou entrar mais em detalhes para não estragar toda a história para quem não conhece ainda o original japonês. Super recomendo, mas, antes de dar minha nota... Vou falar um pouquinho sobre o que é Sadako. 

A história original é de uma light novel, teve mangá depois e quadrinhos americanos também.

Yūrei são seres sobrenaturais que passaram por algum tipo de mudança, do reino natural para o sobrenatural. 

Contudo,  yūrei diferem do tradicional  bakemono devido a sua especificidade temporal. São algumas das poucas crituras na mitologia japonesa que têm um horário predileto para assombrar. 

Yūrei tenem a ter um propósito específico para assombrarem, tais como vingança ou negócios incompletos. Alguns  yūrei, como os Okiku, continuam presos 'a terra porque n~so é possível completar seus negócios não resolvidos. Isso significa que seu espírito nunca poderá encontrar paz e assim permanecerá sendo um  jibakurei.
Só por essa explicação toda, é bem mais claro para mim que a história funciona mais no original japonês. Não se trata apenas de um mero espírito vingativo.  

Em breve eu volto para falar sobre Ring 2, pois o final do primeiro é super mega "me dá logo o segundo que preciso ver".

Nota: 5 punhados de cabelos putrefatos tirados de um poço
 Trailer:




Comentários

Postagens mais visitadas