Rogéria sr Astolfo Barroso Pinto – Um bem-vindo longa documental biográfico sobre a vida de Rogéria


A morte de Rogéria, uma das grandes figuras da TV brasileira, pegou a todos nós de surpresa.  É bem verdade que a saudade às vezes bate forte, e agora no período em que completamos um ano de sua morte, será possível amenizar o sentimento a partir de hoje nos cinemas, com o lançamento do documentário Rogéria: Senhor Astolfo Barroso Pinto. A produção é da Pagu Filmes e documenta os dias de dor e glória da diva.



Com direção de Pedro Gui, o documentário Rogéria  aborda de uma forma biográfica as duas facetas dessa persona que se fundem em uma só, e que, apesar da dualidade e das divergências entre elas, tal qual uma dupla personalidade, se comunicam e se completam. O longa passa por todos os momentos da vida da transformista, misturando dramatizações de etapas de sua vida com depoimentos de artistas brasileiros.

O documentário volta-se para a história da atriz Rogéria: nascida Astolfo. Desde o começo da carreira maquiando grandes estrelas na extinta TV Rio, que passou a assumir uma vertente artística no teatro rebolado de transformistas como uma figura feminina num cenário nada amistoso de uma época machista e preconceituosa, seguiu sua carreira como cantora, atriz comediante. 

Comentando sobre o episódio de seu acidente automobilístico que a tirou de cena por um longo tempo, um de seus irmãos relembra o quanto aquele live de “Tous Les Femmes” no Estúdio A, tradicional programa da Rede Globo nos anos 1980, foi importante para sua recuperação plena.


Rogéria traz depoimentos de pessoas importantes que conviveram com a atriz, entre elas Nanny People, Betty Faria, Jô Soares e Bibi Ferreira, em que temos a nítida visão de sua imagem imortalizada no meio artístico. Podemos dizer que temos uma diva personificada que agradava a todos os públicos e que rompeu grandes barreiras em sua trajetória, existentes devido à grande discriminação que recaía sobre os artistas transformistas da época, mas que Rogéria soube burlar e na cena se firmar com maestria.

Nota 4/5 com muitas purpurinas

Trailer:

 

Comentários

Postagens mais visitadas