A hora da sua morte: um sucessor de Premonição?

Acabei gostando um pouco mais de A hora da sua morte do que imaginava... Se as mortes fossem mais grotescas, seria, de fato, um bom sucessor para a franquia Premonição, porém, dentro de sua premissa, o filme se sai melhor do que eu esperava. 

O filme tem início em uma festa, em que já começa a crítica à geração conectada e viciada em apps e emagrecimento, em que uma das meninas menciona um aplicativo para controlar a dieta e então acabam achando o "Countdown", um aplicativo que "prevê" a hora da sua morte. Obviamente que ninguém lê os "termos do contrato", e esse é o ponto para a perseguição fantasmagórica. 

Se a nova instância de O grito foi uma decepção, A hora de sua morte foi quase um alívio. Falei sobre O grito aqui

Embora alguns elementos como o próprio tempo em tela versus o tempo do app não sejam lá muito bem usados, o timing de modo geral é bom, o filme é relativamente curto - grata por não estender por duas horas ou mais o que cabe muito bem em pouco menos de uma hora e meia.  

Um dos pontos fortes foi o padre nerd, e aquele momento quase Supernatural em que eles ficam dentro de um círculo de proteção e tal. Muito bom, de fato. Ainda melhor é a sequência do banheiro com Matt, e algo que não vou citar porque é pra lá de spoiler, extremamente perturbador. Aquela imagem específica e aquele som me fizeram lembrar de Koyako e, bem, foi a cena mais marcante do filme para mim. Quando você o vir, acho que saberá do que estou falando. 

O filme termina com aquela ponta de que pode haver uma continuação, mas ele se encerra muito bem. Os personagens vão sendo bem desenvolvidos mesmo com a pouca duração, pelo menos os principais, e até há alguns momentos engraçados em meio ao pânico. Os detalhes relacionados ao (mau) uso da tecnologia ficaram bem bacanas até. 

Trapacear a morte talvez possa fazer com que você ganhe um tempo de vida ou se iluda que o tem... mas, de fato, até mesmo algumas conveniências - como o fato de a protagonista ser uma enfermeira e trabalhar em um hospital, facilitando em muito todo o desenrolar da trama - não fazem com que o filme perca impacto, e alguns elementos já expostos neste podem até mesmo, por que não, render boas sequências. 

A hora da sua morte é aquele filme guilty pleasure, que é ruinzinho, mas é bom, embora não seja surpreendente, cumpre bem sua função de entreter e, por que não, de quebra questionar e denunciar. Mas não é nada absolutamente profundo como as banheiras da insanidade de Koyako ou algo do gênero. Dentro dessa classe de filmes estilo Premonição, A hora de sua morte se sai bem quando muitos filmes de terror ainda pecam em coisas mais realistas que deixam de notar. Sim, Invocação do mal, estou criticando ainda a morte da cachorra que não causou, ao que pareceu no filme, trauma nenhum na criancinha que era dona dela. Um absurdo. Quem tem animal sabe como é traumática uma morte assim. E quem viu qualquer versão de Cemitério Maldito, ou leu o livro, também. 

O aplicativo está disponível para download. Baixe-o se você tiver coragem. ;) 

Para Android

***

https://apps.apple.com/us/app/countdown-app/id1481006495
Para iOS


Ps.: Tem cenas pós-créditos

Nota: 3 chamadas não atendidas
Trailer:


Comentários