#Flash News - Dia Internacional da Mulher

A valorização da produção audiovisual feminina ainda caminha a passos de tartaruga, porém em Março, mês do Dia Internacional da Mulheres, algumas plataformas de streaming têm trabalhado para pôr em evidência as produções de mulheres.


O Telecine Play disponibilizou a Cinelist Mulheres que Fazem Cinema, repleta de longas, curtas e documentários dirigidos, escritos, produzidos e estrelados por grandes mulheres do universo cinematográfico. 

Já a Netflix, em uma parceria incrível com a ONU mulheres, preparou a coleção  - Por que ela Assistiu - baseada no tema “Eu sou a Geração Igualdade: Pelos direitos das mulheres”, que estará disponível o ano todo,  feita com a curadoria de estrelas femininas que atuam à frente e atrás das câmeras. Uma das curadoras, a atriz Laverne Cox [importante frisar que ela foi a primeira transesxual indicada ao Emmy Awards] falou sobre o projeto: “Ter um mundo em que todos são de fato representados é o significado de uma democracia de verdade. E poder nos ver nos permite vislumbrar possibilidades infinitas, para nós e para os outros.” Esta parceria se dá no vigésimo-quinto aniversário da Declaração e Plataforma de Ação de Pequim, reconhecida como uma agenda visionária para os direitos da mulher. 

Com foco nas produções femininas nacionais,  o Spcine Play está disponibilizando ao decorrer do mês 26 títulos, divididos em longas, curtas e uma série documental, dirigidos por mulheres. As produções poderão ser vistas de graça por 30 dias contados a partir da data de entrada na plataforma. Após esse período, será cobrado R$3,99 por obra.   

Mas não é só de assistir a filmes que se vive o Dia da Mulher, também é um dia de reflexão e luta. A Ana já falou disso ano passado, INFERIOR É O CAR*LH#! - LUGAR DE MULHER É NO CINEMA E ONDE MAIS ELA QUISER! - confere lá... 

E um ótimo dia de luta e busca por conquistas a todas as mulheres!! 

Comentários