#momentoalerta: Corona Vírus, panorama geral e seu impacto no audiovisual no Brasil


 
Fonte: Dreamstime


Por que escrevi esse artigo sobre o Corona Vírus? Sem delongas, porque acho o tema bem relevante, e não me restrinjo às implicações para o audiovisual aqui, mas sim, além de apresentar informações e suas devidas fontes que penso serem úteis a nossos leitores, critico sim atitudes de empresas que não pensam no bem dos clientes e elogio as que têm atitudes dignas. E vou direto às informações. 

“O corona vírus é transmissível em seu período de incubação, ou seja, antes de os sintomas aparecerem, segundo autoridades chinesas.”

“Em humanos, o período de incubação — no qual a pessoa tem a doença, mas nenhum sintoma — varia entre um e 14 dias, segundo as autoridades.

Sem os sintomas, a pessoa pode não saber que tem a infecção, mas já estar espalhando a doença.” 

“Qual o risco de o surto chegar ao Brasil?

No momento, nenhum caso do 2019-nCoV foi confirmado no Brasil — e, segundo o governo federal e epidemiologistas ouvidos pela BBC News Brasil, mesmo que isso ocorra, o risco é baixo de que haja um surto por aqui.

O infectologista Benedito Antonio Lopes da Fonseca, professor da Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto da Universidade de São Paulo, avalia que não há motivos para a população brasileira ter receios no momento sobre o surto do 2019-nCoV ao Brasil.”

Isso era até 27/01/2020, agora as informações (e a situação mundial) mudaram. Eu tenho sim informações que adquiri por meio de meu trabalho como tradutora, mas que não confidenciais, e não posso, por ética e compromisso com meus clientes, colocá-las nesse post. Já foram me ofender lá no Instagram. É assim, veio com mansplaining ou qualquer outra forma de desrespeito nos comentários, só deleto. Cansei.

13/03/2020 - Sim, já temos casos comprovados e vários sob suspeita. A doença se dissemina rápido. Obviamente que os governantes dirão que não é para haver pânico, todo mundo que sabe um pouco de história deve ter conhecimento de que isso é um procedimento padrão.

Fonte: Dreamstime




“Modo de transmissão:
De uma forma geral, a principal forma de transmissão dos coronavírus se dá por contato próximo* de pessoa a pessoa.

* Definição de contato próximo: 
Qualquer pessoa que cuidou do paciente, incluindo profissionais de saúde ou membro da família; que tenha tido contato físico com o paciente; tenha permanecido no mesmo local que o paciente doente (ex.: morado junto ou visitado).” 

É importante notar, na própria definição de contato próximo do Centro de Vigilância Epidemiológica da Secretaria do Estado da Saúde do Estado de São Paulo, que eles dizem [sic] “Qualquer pessoa [...] que [...] tenha permanecido no mesmo local que o paciente doente.” 

Para manter esse texto um pouco o “eu mais leve”, já leram e/ou viram filmes sobre zumbis? Um bom exemplo, que faz uma boa crítica social, é Anna e o Apocalipse, em que, enquanto as pessoas estão alienadas, os zumbis estão se alastrando. O corona vírus se alastra rápido, e como é uma doença nova, ainda se sabe pouco sobre isso, o que dificulta a contenção. 



No Rio, uma pessoa pegou o vírus por transmissão local, mas pode haver mais casos, como o de um capixaba que viajou para outro estado sabendo estar com o corona vírus... isso é o que sabemos, pelo menos até onde nos foi informado (e.g. eu sabia 2 anos antes um pouco sobre os atrasos dos pagamentos da Saraiva às editoras, mas na época não podia falar nada, o que agora posso fazer, já que se tornou informação pública, e muitos disseram que isso não afetaria quase nada o mercado editorial. Nós, tradutores e outros profissionais envolvidos neste mercado sabemos que isso afetou sim, e muito, o mercado editorial). 

Se grandes estúdios como a Disney, que lucrariam e muito lançando filmes no “spring break” (férias de primavera de lá) podem “perder” rios de dinheiro adiando estreias esperadíssimas, como Mulan, por exemplo, por que cinemas como o Itaú e o Reserva Cultural não podem fechar suas portas? Não (ainda) vi pronunciamento oficial nem da Cinemark, nem da Playarte e outros, assim que souber, venho atualizar aqui. Mas... Funcionar parcialmente em meio a uma pandemia? Em que, segundo informações oficiais apenas estar no mesmo ambiente em que esteja uma pessoa infectada pode lhe transmitir o vírus? 

Na minha opinião, isso é visar ao lucro acima da saúde da população. Na reportagem da Folha de São Paulo, se diz que os cinemas são seguros. Eu não discordo disso, e, pelo visto, muita gente concorda comigo, já que antes mesmo de quaisquer medidas, a baixa nas idas ao cinema e aos shoppings de modo geral já estavam consideráveis. 



Discordo também de que os cinemas precisam abrir porque as pessoas necessitam de uma espécie de válvula de escape para os problemas causados pelo vírus. É um momento sério mundial. É uma pandemia. Está afetando a China, a Itália, vários outros países e, sim, o Brasil. Eu sou cinéfila e prefiro ver um filme no cinema. No momento, e isso não é propaganda do Telecine, ficarei com meu “cinema em casa”. Vou inclusive “perder” ingressos que ganhei, pois, ao menos para mim, minha saúde está acima do meu entretenimento. Que ainda posso ter... em casa.

“Seja por respeito aos pedidos de autoridades, que tentam evitar aglomerações, ou por medo de ver filmes com gordos investimentos não dando o lucro que poderiam porque cinemas estão fechados, Hollywood decidiu que o melhor a fazer é esperar.” [Fonte: Folha de São Paulo, artigo completo citado abaixo, nas fontes.]

Até agora, pelo menos até onde sei e aqui em São Paulo, apenas o Circuito SpCine fechou totalmente suas salas. Se não conhecem o trabalho deles, é legal dar uma olhada, clicando aqui.
 
“E, mesmo que o Brasil ainda seja novato nesta pandemia, se comparado às situações da China, Europa e agora também os Estados Unidos, as projeções afirmam que o cenário por aqui logo será similarmente preocupante.” [Fonte: Folha de São Paulo, artigo completo citado abaixo, nas fontes - até mesmo para não ser acusada de tirar informações de contexto, cito nas fontes todo o material completo de que me servi para embasar este artigo.]

Os estudos recentes indicam que o vírus sobreviva por cerca de 3 dias em um ambiente, então, não, na minha opinião, e com base nos fatos supramencionados e explanados, o cinema não é um lugar seguro, por mais que “medidas de precaução” estejam sendo tomadas. 

*** 

Fonte: DepositPhotos


Em tempo: O uso de máscaras para prevenção por não-infectados é realmente necessário, previne mesmo ou é exagero?

Há controvérsias e cito também nas fontes abaixo dois artigos, um contra e um a favor. Afinal, são inúmeras as pessoas que não se podem dar ao luxo de não usar transporte público. Como não sou profissional da saúde, prefiro apenas fazer isso neste caso, citar esses dois artigos. 
 ***

Observação 1: Já viram os preços do álcool em gel? Aproveitar-se de uma pandemia para encarecer um produto desses é sim fruto do capitalismo selvagem, mas isso implica uma série de fatores, o que não é meu foco aqui. 

Observação 2: Parabéns à l’Occitane por disponibilizar, em suas 107 lojas em todo o Brasil, a pia e seus sabonetes. De graça. A qualquer pessoa que pedir. Sem precisar comprar nada. E eles também não são nenhuma ONG. Antes que venham me dizer que isso é uma forma de marketing para vender os sabonetes "caros" deles, você não é obrigado a comprá-los, compra se quiser. Clique aqui para saber mais sobre a iniciativa deles e onde pode encontrar suas lojas. 

Observação 3: Parabéns à organização do evento Brazil Promotion Day. Não deveria ser necessário agradecer por eles fazerem o que é o certo, cancelando o evento por ora. E ao Circuito SpCine. Até o Facebook cancelou seu maior evento do ano devido à pandemia. 

Observação 4: Acabei de receber o comunicado de que o MASP ficará funcionando parcialmente também... que decepção! 

Observação 5: Obrigada às produtoras e assessorias pelos cancelamentos/adiamentos de cabines de imprensa, prezando pela nossa saúde acima do lucro e da propaganda, também. 

Atualizado em14/03: "Um único homem, uma só criatura, transmitiu um vírus que, em 102 dias (1 Dezembro 2019 - 12 Março 2020), atingiu 130.164 pessoas, matando 4.754." (Fonte)

Atualizado em 15/03: Em Brasília, cinemas, teatros e escolas já estão fechados. (Fonte)

Atualizado em 16/03/2020: 
No Rio de Janeiro, (alguns) cinemas e teatros já estão fechados. (Fonte
Escolas municipais de Recife: fechadas. (Fonte)
Em São Paulo, Petra Belas Artes fechado a partir de amanhã, 17/03. (Fonte)
Situação em Salvador. (Fonte)
Chegando vários avisos de cancelamentos de cabines de imprensa a nós, aqui em São Paulo. 
Todas as cabines de imprensa já foram canceladas em Salvador, segundo Larissa Vale, articulista e crítica de cinema em nosso site parceiro ArteCult.comArteCult.com 
Itaú Cinemas só fechará as salas amanhã por ordem do Governo de São Paulo e tanto eles quanto o Reserva Cultural não se manifestaram quando questionei o cinema continuar aberto, mesmo que parcialmente.
A Casa Guilherme de Almeida enviou e-mail, provavelmente a todos os inscritos em sua newsletter, dizendo:
"Comunicamos que, em virtude das medidas adotadas pelo Governo de Estado de São Paulo relativas ao atual cenário de combate à propagação do coronavírus, as atividades do museu Casa Guilherme de Almeida estarão suspensas a partir desta terça-feira, dia 17 de março, por até 30 dias."
Mackenzie já fechou suas portas devido a 2 casos de corona vírus confirmados por lá (Fonte
Enquanto, o presidente... faz isso e ex-aliados sugerem seu afastamento. 

Atualizado em 17/03/2020: Vacina contra o corona vírus está sendo desenvolvida por brasileiros


Atualizado em 17/03/2020:
Miguel Reale Júnior defende que junta médica avalie sanidade mental de Bolsonaro. (Fonte



Atualizado em 17/03/2020: As Unidades do Sesc em São Paulo estão fechadas. (Fonte)

Atualizado em 20/03/2020: Shoppings estão para fechar, há preços abusivos não só de álcool em gel, como em itens essenciais. O Procon criou uma área específica em seu site para denúncias.

Desmistificando as fake news: Mitos e Verdades sobre o COVID-19 aqui.

Ancine lança medidas em relação ao CIVID-19. 

***

Encerrando pelo momento: tenho consciência política e social e espero ter ajudado vocês. Entre outras coisas/atividades de lazer, eu vou ver filmes em casa. No streaming ou em DVDs. 

E fica a minha pergunta: Eu me importo com a minha saúde e da população. E você?

Fontes:




Diretrizes do CVE (Centro de Vigilância Epidemiológica) Da Secretaria de Saúde do Estado de São Paulo

Pandemia Mundial





Comentários