Review: Riverdade 4X14 e como se safar de um assassinato



"Sem corpo, sem crime." - Frase dita por muitos. Porém, é Riverdale, e mesmo com corpos, ou partes deles, pode até haver crime, mas nem sempre morte. Então, depois desse mais recente episódio, a pergunta que não quer calar é: Será que Jughead Jones está realmente morto? Ou aquela nossa teoria de que tudo isso tem a ver com um possível crime "perfeito" para o livro que ele estava escrevendo é real? Eles já deixaram de matar personagens de quem não gostamos tanto, ou demoramos para matar alguns, então por que vamos acreditar que JJ está realmente morto?

E aquela referência em Sabrina com a placa de Riverdale como Capital dos Assassinatos quer dizer algo? Ainda mais que tem a pichação dele lá? Apesar de que Greendale meio que "comeu" um Soutside Serpent, coitados, eles que já são quase uma espécie em extinção. :P

Já sabemos mais algumas coisas do mistério, aqueles doidos da Stonewall Prep são extremamente cáusticos e sem noção e não veem limites para se livrarem da competição. Mas será que Riverdale vai ter mesmo coragem de matar um de seus personagens principais, e dos mais queridos? Bem que poderia ser um feitiço de glamour feito por alguém de Greendale, né?

Toda e qualquer oportunidade que eles aproveitam pra mostrar a galere de roupas íntimas, né? E as desculpas sem pé nem cabeça que cada um dá ao chegar em casa? Não. Faz. Sentido. É um plano para acabar com os nojentinhos da Stonewall Prep, só pode, me diz que é, JJ Jones <3
Aliás, ainda bem que não teve cantoria nesse episódio, porque, como eu disse lá no ArteCult na minha review de Sabrina, É CANTORIA RUIM DEMAIS PROS MEUS POBRES OUVIDOS. 

Mas já limpei meus tímpanos ouvindo o Lindo Lúcifer do Tom Ellis cantando All Along the Watchtower. Aliás, apesar de eu (ainda) não ter visto a série que dá título a esse episódio (How to get away with murder), imagino que haja referências que, obviamente, desconheço, afinal não sou um poço infinito de cultura útil ou inútil, mas creio que me saio bem na maioria das vezes ;)



Confesso que ainda não faço ideia do que realmente aconteceu com Jug, mas espero que ele não esteja morto e que aquele esquema de prender os amigos que podemos ver no teaser do próximo episódio seja só isso, um esquema, que seja isso mesmo, um esquema... Porque pai e filho são os melhores da série, e se sobrar Archie e a cantoria, digo, companhia, Riverdale realmente perderá a graça para mim. Nem Cheryl Bomb e suas loucuras legais deu o ar da graça para dar um clima mais alegre a esse episódio, e o draminha com o pai mafioso da Veronica está bem chato... então, vamos ter que ver para saber o que virá em seguida.

Um brinde ao mistério! E a ter um irmão no FBI que pode fraudar provas que poderiam ser usadas contra você, claro, né, Betty?


Comentários